Financiamento Bndes

BNDES Financiamento

 Fazemos o projeto de viabilidade

 

  • Identificar quais tipos de projeto de expansão e/ou modernização empresarial que podem ser financiados (nas áreas industriais, comercial, prestação de serviços, agropecuária e infra-estrutura pública).
  • Conhecer as linhas de recursos oferecidos (custos, limites de participação, carências, prazos de amortização e garantias).
  • Identificar os principais tópicos a serem avaliados na elaboração de um projeto, além das questões ligadas a documentação básica e garantias.
  • Conhecer os principais aspectos na negociação de uma operação junto aos financiadores.
  • - BNDES;
    - Agentes financeiros;
    - Importação direta;
    - Outros.
     

    1. Empreendimentos e projetos financiáveis, itens financiáveis e não passíveis de apoio
     
    Empreendimentos e projetos financiáveis
  • Implantação, ampliação, recuperação e modernização;
  • Inovação e desenvolvimento tecnológico;
  • Produção, comercialização, importação e exportação de bens e serviços;
  • Internacionalização de empresas de capital nacional (desde que associadas à promoção das exportações brasileiras);
  • Reestruturação setorial/empresarial (sempre por meio de mecanismos de mercado de capitais, exceto nos projetos de empresas autogestionárias);
  • Investimentos em infraestrutura urbana e social;
  • Investimentos sociais de empresas;
  • Empreendimentos relacionados ao setor produtor de ferro gusa, condicionado a que a madeira e o carvão utilizados como energético e matéria-prima no processo de produção das empresas sejam provenientes de reflorestamento (comprovado através de Certificação de Cadeia de Custódia);
  •  
  • Empreendimentos nos setores de radiodifusão, jornais e periódicos, meios de comunicação e publicidade em geral, somente através de operações indiretas.
  •  
    2. Itens financiáveis
    Gerais
     
  • Obras civis, montagem e instalações;
  • Máquinas e equipamentos novos, aí incluídos os conjuntos e sistemas industriais produzidos no País e constantes do Credenciamento de Fabricantes Informatizado - CFI do BNDES, que apresentem índices de nacionalização, em valor, iguais ou superiores a 60% (sessenta por cento) ou que cumpram o Processo Produtivo Básico - PPB;
  • Máquinas e equipamentos usados, de fabricação nacional, apenas para microempresas;
  • Móveis e utensílios, não isoladamente;
  • Importação de máquinas e equipamentos novos, sem similar nacional, somente para empresas do setor industrial (Seções "C" e "D" da CNAE do IBGE);
  • Despesas decorrentes da internação de equipamentos importados, desde que não impliquem remessa de divisas, mesmo que a importação não seja financiada pelo BNDES;
  • Gastos com estudos e projetos de engenharia relacionados ao investimento;
  • Gastos com: Qualidade e Produtividade, Pesquisa e Desenvolvimento, Capacitação Técnica e Gerencial, Atualização Tecnológica e Tecnologia da Informação;
  • Despesas pré-operacionais;
  • Gastos com a comercialização de novos produtos e serviços;
  • Gastos com treinamento de pessoal;
  • Reforma de equipamentos e instalações de grande porte, que visem à modernização ou aumento de capacidade produtiva;
  • Investimentos em infraestrutura urbana e social;
  • Capital de giro associado ao investimento fixo;
  • Bens de Informática e Automação, abarcados pela Lei nº 8248/1991 (Lei de Informática), de 23/10/1991, e alterações posteriores, que cumpram o Processo Produtivo Básico (PPB) e apresentem documentos do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) atestando que possuem tecnologia nacional, de acordo com a Portaria MCT nº 950, de 12/12/2006, ou outra que a substitua.
  • Setor de Edição de Livros (itens 58115/00 e 58212/00 da CNAE 2.0 Fiscal do IBGE, exceto edição de apostilas)
  •  
    3. Itens não financiáveis

  • Aquisição de terrenos e outros bens imóveis;
  • Custeio e gastos com manutenção corrente;
  • Transferência de ativos, exceto em casos especiais de projetos de reativação de atividades produtivas;
  • Aquisição de software produzido no exterior, exceto quando associado a projetos de desenvolvimento tecnológico e inovação ou adaptações (customização/tropicalização) realizadas no País;
  • Ações e projetos sociais contemplados com incentivos fiscais;
  • Quaisquer despesas que impliquem remessa de divisas, incluindo taxa de franquia paga no exterior;
  • Aquisição de máquinas e equipamentos novos, aí considerados os conjuntos e sistemas industriais, produzidos no País, não credenciados pelo BNDES;
  • Itens isolados que não constituam um projeto de investimento;
  • Aquisição de animais para revenda;
  • Quaisquer investimentos ou gastos de qualquer natureza nos setores:
  • - Empreendimentos imobiliários, tais como edificações residenciais, edificações comerciais destinadas à revenda, empreendimentos comerciais destinados a aluguéis de escritórios, time-sharing, hotel-residência e loteamento, exceto materiais, componentes e sistemas construtivos destinados a obras civis financiados no âmbito do Cartão BNDES;
    - Comércio de armas no país;
    - Atividades bancárias/financeiras, exceto no caso do Microcrédito;
    - Motéis, saunas e termas;
    - Empreendimentos do setor de mineração que incorporem processo de lavra rudimentar ou garimpo; e
    - Empreendimentos relacionados a jogos de prognósticos e assemelhados.
  • Não será passível o apoio à importação de:
  • - Equipamentos móveis destinados ao transporte de qualquer natureza, inclusive os de movimento de carga, construção, pavimentação e agropecuária, incluindo chassis e carrocerias;
    - Equipamentos de automação bancária; e
    - Equipamentos e máquinas já internados no país.
  • Aquisição de software produzido no exterior, exceto adaptações (customização) realizadas no País ou quando associado a projetos de desenvolvimento tecnológico e inovação.
  • Obs.: A aquisição de imóveis poderá, a critério do BNDES, ser considerada como item financiável, desde que destinada a projeto social no âmbito da comunidade.
     
    4. Capital de Giro (Quando Aplicável)
     
    5. Condições Gerais:
     
  • Limite de valor na operação.
  • Crédito.
  • Prazo para liberação.
  • Prazo de carência.
  • Prazo para pagamento.
  • Contrapartida.
  • Garantias.
  •  
    6. Exportação
     
    7. Financiamento Bancário Versus Financiamento Bancário pelo sistema BNDES
  • Financiamento Bancário.
  • Financiamento Bancário pelo sistema BNDES.
  • Financiamento à Empresa ? FINEM.
  • BNDES automático.
  • FINAME.
  • FINAME Agrícola.
  • Financiamento à Exportação.
  •  
    8. Quem Pode Obter Financiamento
     
    9. Pleito Direto Junto ao BNDES Versus Pleito via Agente Financeiro
  • Custos e facilidades na negociação.
  •  
    10. Procedimentos para Elaboração de um Projeto
  • Informações básicas.
  • Documentação básica.
  • Garantias.
  • Reciprocidades.
  • Os pontos chave (mercado, tecnologia, retorno e capacidade de pagamento).
  • Retorno do Investimento.
  • Capacidade de pagamento.
  •  
    11. Custo do financiamento
  • Spread + taxa de risco.
  • Opções de financiamento em outras moedas.
  • Juros ? Tendência.
  •  
    12. Carência e amortização
  • Simulações de valores de financiamentos, com prazos, juros a pagar, juros a capitalizar, juros capitalizados, amortizações, saldos etc.